Liceu na Sessão Nacional do Parlamento dos Jovens – Ensino Básico

  • IMG_0864
  • IMG_0865
  • IMG_0866
  • IMG_0867
  • IMG_0868
  • IMG_0869
  • IMG_0870
  • IMG_0871
  • IMG_0872
  • IMG_0873
  • IMG_0874
  • IMG_0875
  • IMG_0876
  • IMG_0877
  • IMG_0878
  • IMG_0879
  • IMG_0880
  • IMG_0881
  • IMG_0882
  • IMG_0884
  • IMG_0886
  • IMG_0887
  • IMG_0889
  • IMG_0890
  • IMG_0892
  • IMG_0893
  • IMG_0894
  • IMG_0895
  • IMG_0897
  • IMG_0898
  • IMG_0899
  • IMG_0900
  • IMG_0901
  • IMG_0909
  • IMG_0910
  • IMG_0911
  • IMG_0912
  • IMG_0916
  • IMG_0917
  • IMG_0919
  • IMG_0920
  • IMG_0921
  • IMG_0922
  • IMG_0923
  • IMG_0924
  • IMG_0925
  • IMG_0926
  • IMG_0927
  • IMG_0928
  • IMG_0929
  • IMG_0930
  • IMG_0931
  • IMG_0932
  • IMG_0933
  • IMG_0934
  • IMG_0936
  • IMG_0940
  • IMG_0942
  • IMG_0944
  • IMG_0946
  • IMG_0948
  • IMG_0949
  • IMG_0950
  • IMG_0951
  • IMG_0952
  • IMG_0953
  • IMG_0954
  • IMG_0956
  • IMG_0957
  • IMG_0958
  • IMG_0959
  • IMG_0961
  • IMG_0963
  • IMG_0964
  • IMG_0966
  • IMG_0982
  • IMG_0983
  • IMG_0986
  • IMG_1017
  • IMG_1029
  • IMG_1030
  • IMG_1032
  • IMG_1034
  • IMG_1046
  • IMG_1047
  • IMG_1048
  • IMG_1050
  • IMG_1051
  • IMG_1056
  • IMG_1057
  • IMG_1058
  • IMG_1059
  • IMG_1060
  • IMG_1062
  • IMG_1069
  • IMG_1073
  • IMG_1081
  • IMG_1085
  • IMG_1086
  • IMG_1091
  • IMG_1095
  • IMG_1099
  • IMG_1100

O dia 16 de abril, pelas 06:30 da manhã, marcou o encontro dos representantes eleitos pelo Liceu e dos  outros representantes do Círculo de Bragança, que iniciaram viagem rumo à “Capital”. Apesar da viagem se ter iniciado bem cedo e com sucessivas “paragens”, o bom ambiente, os planos e ideias de trabalho foram uma constante, o que fez “esquecer” as 7 horas de viagem. Decorriam as 13:45 quando a o autocarro nº 3 que transportava a comitiva dos Círculos Eleitorais de Bragança, Vila Real, Lamego, Viseu e Santa Comba Dão chegou à Assembleia da República, tendo-se de imediato, procedido à acreditação dos professores, jornalistas e deputados para se dirigirem às respetivas salas onde iriam decorrer as reuniões das Comissões de Trabalho, com o objetivo de debater, na generalidade e na especialidade, os Projetos de Recomendação aprovados nas Sessões Distritais. As reuniões das quatro comissões foram presididas por deputados que contaram com a participação de escolas dos vários Círculos Eleitorais.

Enquanto decorriam as comissões de trabalho, os jornalistas e os professores tiveram a oportunidade de realizar uma visita guiada ao Palácio de São Bento, sob a orientação dos Técnicos do Centro de Apoio ao Cidadão. A visita para os jornalistas iniciou-se na “imponente” Sala dos Passos Perdidos, por volta das 16:00, que é a sala onde se fazem as entrevistas rápidas quando decorrem plenários, bem como onde fica a entrada para a sala destinada às conferências de imprensa. Percorrendo de seguida a Sala das Sessões, inaugurada em 1903, na qual se realizam as sessões plenárias da nossa democracia e são discutidos os projetos de lei, na qual os deputados se organizam da esquerda para a direita conforme a sua ideologia política, e, nas palavras da guia “a sala mais pública do país”. Por fim, a visita à Sala do Senado, inaugurada em 1867, sob o “olhar” do rei D. Luís I, visto que, nesta sala, se encontra um enorme retrato deste monarca, realizam-se reuniões internacionais, de grupos e comissões parlamentares, colóquios, conferências e outros eventos, como o Parlamento dos Jovens. Esta visita em termos pessoais configurou-se como um dos momentos “marcantes” da viagem, pois foi-nos dada a oportunidade de “viajar” por acontecimentos marcantes da história do nosso país.

Concluída a visita, a hora era para comtemplar, na Sala do Senado, um programa cultural, dinamizado por jovens talentosos, tendo o primeiro dia desta inaudita experiência na “casa da democracia” terminado com um pomposo jantar, nos claustros do edifício beneditino, por volta das 19h30m.

Já no final do dia, deputados, jornalistas e professores usufruiu de um merecido descanso, no Inatel de Oeiras, depois de um intenso dia de viagem e de trabalho parlamentar.

No dia seguinte, por volta das 09:30 horas e já com o estômago reconfortado, os deputados e restantes elementos das comitivas seguiram novamente para a “casa da democracia”, onde participaram no momento alto do evento, o Plenário, que ocorreu na Sala do Senado. Na abertura da sessão solene, esteve presente o Vice-Presidente da Assembleia da República, o deputado Jorge Lacão do PS – Partido Socialista. Numa primeira fase, foram colocadas várias perguntas que incidiram sobre temas como a educação, a crise e a situação política do país, e outras relacionadas com a problemática da «Igualdade de Género»,  a vários  deputados “seniores” ali presentes, oriundos  de todas  as  forças políticas representadas no Parlamento. A 11ª primeira pergunta – “Como pensa atuar para combater a desertificação no interior?” foi colocada pelo porta-voz do Círculo de Bragança ao deputado do PCP – Miguel Tiago.

A partir dos trabalhos realizados, no dia anterior, deu-se início ao Debate da Recomendação à Assembleia da República, tendo os deputados participado, empenhadamente, defendendo com convicção os seus pontos de vista.

Enquanto decorria a Sessão Plenária, os jornalistas tiveram a oportunidade de participar numa conferência de imprensa, concedida pelo Presidente da Comissão Parlamentar de Educação, Ciência e Cultura. Tal como na Sessão Plenária, a igualdade de género, a crise e a educação foram os temas em destaque.

Por volta das 13:00, os trabalhos foram suspensos e os deputados, coordenadores e jornalistas puderam usufruir de um aprazível almoço. De modo a dar seguimento à esta missão parlamentar, retomaram-se os trabalhos, às 14:00, com o objetivo de se concluir o debate e a votação final almejando a elaboração do Projeto Final de Recomendação, composto por dez medidas, apresentado no Parlamento com o intuito de ser discutido e quiçá aprovado total ou parcialmente  pelos representantes do povo português na Assembleia da República. A sessão terminou com a entoação do Hino Nacional e a entrega dos Diplomas de Participação a todos os jovens promissores.

Antes de embarcarem rumo ao “saudoso lar” com a sensação de missão cumprida, os deputados, jornalistas e professores coordenadores tiveram, ainda, direito a um reconfortante lanche.

De acordo com o testemunho dos alunos da Escola Emídio Garcia, a Sessão Nacional foi enriquecedora, porque “foram muitos meses de trabalho para chegar até aqui, mas que, certamente, valeram a pena, pois permitiu-nos conhecer colegas de todo o país, pôr em prática um espírito democrático, onde se respeita a autonomia e liberdade de expressão e, essencialmente se dá valor às nossas convicções e ideias, neste caso, sobre o tema em debate, permitindo-nos uma visão diferente sobre o mundo da política”.

Como repórter de serviço afirmo que, participar neste projeto me ajudou a trabalhar melhor em equipa e a ver quão importante é estar informado sobre a atualidade. A aprendizagem obtida tornou-me mais consciente do papel que individualmente todos devem desempenhar na construção de uma sociedade mais justa e humana.

Foi uma experiência gratificante, a todos os níveis, e “todos aprendemos que a obra do nosso futuro tem de ser construída, aos poucos, por jovens dinâmicos, empreendedores e empenhados, sendo que o futuro está na nossa geração e nas novas gerações”, tal como afirmou o filósofo espanhol Unamuno “somos mais pais do nosso futuro do que filhos do nosso passado”.

Fica a vontade de repetir este tipo de iniciativas que potenciam a educação para a cidadania, bem como o desenvolvimento de uma República mais próxima de todos os cidadãos. É de enaltecer este tipo de projetos e cabe à Escola sensibilizar e apoiar os seus alunos, mesmo que, muitas vezes, parecem “baixar os braços”, porque é com iniciativas deste género que se contribui para uma sociedade “melhor” e mais solidária, com cidadãos/alunos responsáveis e reconhecedores do importante papel que a escola desempenha na sua formação. Que o exercício de democracia se continue a evidenciar, porque quem “ganha” com este projeto, sem dúvida, são os alunos!

Cobiçando um lugar na Sessão Nacional, os deputados eleitos percorreram um longo caminho pautado por dedicação, persistência e algumas horas de trabalho, mas ao serviço da cidadania e liberdade de expressão – do conhecimento, tal com os registos fotográficos demonstram, uma participação empenhada, interessada, motivada e entusiasta.

Rita Fernandes Pires (9ºB)

Também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>