Young Smile Project – Humanitude

No passado dia 16 de março teve lugar no auditório da escola Emídio Garcia, um colóquio sobre “Humanitude”, uma inovadora corrente mundial que visa promover a nova Filosofia de Humanidade fundamentada na “Metodologia de Cuidados Gineste-Marescotti”. Estes conceitos têm como pilares: o olhar de ternura, a palavra de carinho, a capacidade do toque ao outro e a verticalidade do ser humano traduzida em dignidade.

Pretendeu-se sensibilizar os jovens para o reconhecimento dos direitos do idoso, refletir sobre os princípios e os valores da condição humana e esclarecer acerca da importância da qualidade da relação na prestação de cuidados, o empreendorismo e a inovação e refletir acerca da vulnerabilidade dos mais velhos e da sua relação com os mais jovens.

Uma vez que a oradora – Ana Denise de Morais, psicóloga clínica – personificou efetivamente que o empreendedorismo social no mundo das relações humanas é possível, no nosso concelho, uma vez que é promotora de um projeto de inovação social – a primeira cooperativa de solidariedade social do concelho, Humanum Est – Saúde Mental e Desenvolvimento Humano -, que pretende constituir-se como uma resposta para problemas sociais – em Humanitude, utilizando como ferramenta a Psicologia.

De entre as três turmas de alunos e vários professores que estiveram presentes houve a inquietação comum de perceber como se deve respeitar a pessoa humana em final de vida e quais os cuidados que lhes são devidos. A formadora salientou que a Humanitude é um imperativo do nosso tempo, “humanizando”, promove-se o respeito e a autonomia da pessoa idosa. Humanitude, é assim uma filosofia de ação onde pequenos gestos e grandes sorrisos funcionam como ferramentas de qualidade na nossa relação com outros humanos: idosos, doentes e fragilizados… Mais do que uma filosofia de cuidados, a “Humanitude”, é uma filosofia de vida. Percebemos que este conceito deve ser aplicado em todos os contextos da relação humana. A “Humanitude” é em atitude – Sermos Humanos com Dignidade.

A formação terminou com um convite ao exercício da nossa humanidade através da Bondade, a sermos capazes de perdoar, ser perdoados, dizer obrigado e que a Bondade é entre os seres humanos um boomerang, pois regressa sempre para quem a praticou.

Também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>